Dependências

O especial Dependências, da Agência Retruco, explica como funciona a rede de interesses no entorno da oferta de acolhimento e cura em comunidades terapêuticas e clínicas de reabilitação no Nordeste do Brasil.

Economia

O tratamento para uso abusivo de drogas é dividido em dois mundos no país, o dos ricos e o dos pobres. Quem pode pagar por uma internação é vítima de um mercado lucrativo, onde os custos são altos e os escrúpulos, às vezes, baixos. Em troca de dinheiro, há uma caça por internações e internados.

Política

A disputa por verba pública e pela formalização das comunidades terapêuticas como rede de tratamento para uso abusivo de drogas movimenta o surgimento de lideranças políticas. No Nordeste, a tradição já passa de pai para filho, esposa e até ex-internos. Clãs ou líderes solitários, eles dão o pão e recebem o voto.

Religião

A fé move a oferta de tratamento para uso abusivo de drogas no Brasil. As comunidades terapêuticas, em sua maioria religiosas, ganharam protagonismo e recebem cada vez mais dinheiro público. O cenário movimenta um processo intenso de migrações de dependentes no Nordeste, e fomenta a cura pela moral. Um ciclo muitas vezes sem fim.